Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Para nossos filhos’ Category

No jardim de Tulherias em Paris, se encontra uma estatua de uma mulher; provavelmente de uma linda bailarina. O rosto está coberto com uma máscara, e se olhada de certa distância, percebe-se um sorriso, mas à medida que a pessoa vai chegando perto, especialmente de um lado, vê-se uma grande aflição originada por alguma dor oculta.
Esta mulher quer mostrar ao público em geral, um rosto sorridente, mas em realidade está envolvida por uma profunda dor.

Tal é a condição de nossa terra. Ostenta lindas planícies, ainda coberta de verdor e frutas; céu azul, navegado por uma linda lua cheia, animais de muitas espécies, aves de variados tipos, peixes de belos coloridos, e homens e mulheres de toda cor e de toda raça que dançam e saltam ao som dos mais diferentes instrumentos.

No entanto os vulcões estão ferventes no ventre da terra, e voltam a ameaçar cidades inteiras; num instante, furacões e ventos vertiginosos e uivantes, deixam um rastro de destruição e mortes.

Grandes massas líquidas caem do espaço, inundando cidades e afogando as seus moradores.
Populosas cidades adormecidas; numa tarde de pôr-de-sol colorido: sacudida por fortes terremotos enterram milhares de pessoas; quando o Sol tenta novamente nascer.

Sim: “A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha … Na verdade, a terra está contaminada por causa dos seus moradores.” (Isaías 24:5 e 6).

Reclama a mãe-Terra, envelhecida e murcha, a agressão desordenada ao seu ventre, retirando de seus tesouros milhões de barris de combustíveis e irresponsavelmente queimando para macular o seu manto azul, que desde o princípio a envolve.

Não satisfeitos, derramaram por descuido nas suas vestes marítimas, outras tantas toneladas do mesmo petróleo, sacrificando os seus adornos de aves e peixes.

Reclama a mãe-Terra a destruição de muitos quilômetros de seus belos cabelos verdes, ornamento e beleza desde a sua criação.

Soluça a velha terra a sua virgindade original, quando animais e homens reunidos prestavam-lhe a devida honra e cantavam as suas virtudes.

Hoje, com seus olhos de águas comprometidas, com suas nascentes contaminadas, sente-se envolvida por um grande lençol de sujeira e podridão

Não nos esqueçamos de que os homens provocaram, por mudarem o curso natural das ações e reações da Terra, repita, os homens provocaram a sistemática e progressiva maldição, que vem corroendo os alicerces da Terra.

O resultado será fatal destruição de tudo o que é perversão e maliciosidade. “Ai dos que habitam na terra e no mar.” (Apoc. 12:12).

A terra avariada (danificada), navega solitária no espaço poluído, levando carga danificada: – homens doentes, corruptos e corruptores, lixos de toda espécie, inclusive atômico. O fim da sua trajetória se aproxima rapidamente.

O nosso mundo está amadurecendo, apodrecido; semelhante aos frutos expostos, que todos apertam irresponsavelmente, deixando-os, machucados e impróprios para o uso.

Disse H. G. Wells: “Nosso Universo não só está em decadência, vai desaparecendo da existência só deixando ruínas atrás de si. O fim de todas as coisas que chamamos vida, está tão próximo que não pode ser evitado, não há escape, é uma ruazinha sem saída. È o fim.”

Ferida pelos mais desastrosos vírus existentes, espera a hora da sua condenação, já prevista por um santo de nome Pedro:
“Os Céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há, se queimarão.” (II Ped. 3:10).

 É muito importante entender que o mesmo profeta vaticinou o futuro dos irreverentes filhos da Terra. A maldição que a consumirá, será também para com os seus habitantes irresponsáveis que lhe causam tanto dano.

Seres humanos e animais se digladiam; nas campos silenciosos, ou nas megalópoles barulhentas, o espaço de cada ser vivente é freqüentemente desrespeitado por qualquer atrevido e perverso invasor.

Vivemos a mais triste crise da caridade; quando o “amor doente” e “fingido” prolifera em todos os setores: familiar, social, e até no meio religioso.
A justiça se pós de longe” e a misericórdia, ocultam a sua face envergonhada ante tanto horror cometido na velha e saluçante Terra; perante os Céus.

Há somente uma esperança. Os que creem em um criador, podem erguer ao alto os olhos, pois ele olha com interesse e cuidado por todos esses e procura salva-los. Pois foi exatamente por eles que seu filho sofreu grande martirio e morte a fim de resgatá-los para uma nova vida.

Enquanto Deus caminha com você lado a lado na estrada da verdade, no caminho da justiça, nas veredas da caridade, amorosamente lhe ensina o viver saudável, os mistérios do amor, a adequação (qualificada) para habitar a nossa Terra mesmo nesses tempos difíceis.

Se perseverante até o fim e receberás a coroa da vida!!!!

Read Full Post »


Na época da Páscoa, muitas pessoas se voltam para as cenas finais da vida Jesus aqui na Terra e relembram Seu sacrifício pela humanidade caída. Mas a morte de Jesus não teria muito sentido – na verdade, seria como a morte de mais um grande mártir – se Ele não tivesse ressuscitado. A ressurreição de Cristo é a grande prova de que Ele tem poder para cumprir tudo o que prometeu: a ressurreição dos que nEle crêem, a concessão da vida eterna, Sua segunda vinda, etc. Mas Ele ressurgiu mesmo dos mortos? Não seria essa uma invenção ardilosamente forjada por um punhado de judeus conspiradores do primeiro século?Em seu livro O Jesus Que Eu Nunca Conheci, o jornalista Philip Yancey apresenta algumas razões que nos fazem crer nesse evento espetacular. Destaco duas:

1. Mulheres foram as primeiras testemunhas da ressurreição, fato que nenhum conspirador do primeiro século teria inventado. Os tribunais judeus nem mesmo aceitavam o testemunho de mulheres. Uma cobertura deliberada teria destacado Pedro ou João, ou, melhor ainda, Nicodemos. Considerando que os evangelhos foram escritos décadas após os acontecimentos, os autores tiveram tempo para corrigir tal anomalia – a não ser, naturalmente, que não estivessem criando uma lenda, mas registrando os fatos como eram.

2. Uma conspiração também teria ajeitado as histórias das primeiras testemunhas. Havia duas figuras vestidas de branco ou apenas uma? Por que Maria Madalena confundiu Jesus com um jardineiro? Ela estava sozinha ou com Salomé e a outra Maria? Conspiradores poderiam ter feito um trabalho mais ordeiro que descrevesse o que mais tarde proclamariam ser o acontecimento mais importante da história.

“Resumindo”, escreve Yancey, “os evangelhos não apresentam a ressurreição de Jesus de maneira apologética, com argumentos arranjados para provar cada ponto principal, mas, antes, como uma intromissão chocante que ninguém estava esperando, muito menos os temerosos discípulos de Jesus. As primeiras testemunhas reagiram como qualquer um de nós teria reagido. … O temor é a reação humana reflexa diante de um encontro com o sobrenatural. O temor, entretanto, foi sobrepujado pela alegria, porque as notícias que ouviram eram notícias boas demais para ser verdadeiras, mas tão boas que tinham de ser verdadeiras. Jesus estava vivo! …

“Naturalmente, havia uma verdadeira conspiração posta em movimento não pelos discípulos de Jesus, mas pelas autoridades que tiveram que lidar com o embaraçoso fato da sepultura vazia. Elas poderiam ter dado um basta a todos os loucos rumores acerca de uma ressurreição simplesmente apontando para uma sepultura selada ou apresentando um corpo. Mas o selo fora quebrado, e o corpo havia desaparecido, por isso houve a necessidade de uma conspiração oficial. …

“Certamente os discípulos não dariam a vida por amor a uma teoria de conspiração remendada. Certamente seria mais fácil e mais natural honrar um Jesus morto como um dos mártires-profetas cujas sepulturas eram tão veneradas pelos judeus. …

“Como tudo mais na vida de Jesus, a ressurreição provocou reações contraditórias. Os que criam eram transformados; recebiam esperança e coragem, saíam para transformar o mundo. Os que não criam encontravam meios de ignorar as fortes evidências. Jesus já havia predito: ‘Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos volte à vida.’”

E você, o que vai fazer com essa revelação?

Texto de Michelson Borges
Leia também: “O Novo Testamento é historicamente confiável”

Read Full Post »

Este texto é uma resposta à pergunta feita por uma adolescente neste post aqui. E eu aproveito para deixar aqui como um apoio da  orientação sexual tambem para os meus filhos.

A pergunta:
Oii
tenho 17 anos e sou virgem. Eo
queria saber como faço pra perder
o medo de tirar minha virgindade
namoro a 3 anos e meu namorado
fala pra min que não é nada de mais
mas mesmo assim tenho medo
Lary

Oi Lary,

É um prazer poder ajuda-la!
O medo é muito natural antes da primeira relação principalmente para as meninas, uma vez que ela precisa estar preparada emocional e fisicamente para que possa desfrutar de prazer com seu companheiro. Já com os rapazes, o preparo acontece quase que automaticamente sem que tenham fazer qualquer esforço ou plano pra isso.
Você não especificou que tipo de medo sente. Se ele envolve fatores emocionais, fisicos ou outras. Portanto tentarei abranger um pouco do tema aqui.
É importante que você saiba que para que as mulheres possam ter um desempenho saúdavel na relação elas precisam estar emocionalmente bem, precisam se sentir seguras quanto ao que estão fazendo para que seu corpo possa responder apropriadamente aos estimulos sexuais. A ansiedade, o medo, o stress e a insegurança de qualquer ordem, pode interferir significativamente no desempenho sexual da mulher em qualquer fase de sua vida. Podendo não só impedi-la de ter prazer na relação como tambem causando danos à saude dos orgãos sexuais.
Para evitar incorrer nesses problemas é fundamental que você elimine tudo aquilo que possa causar o medo. Se voce sente que seus pais desejam o seu melhor, e tem liberdade para falar a respeito do assunto com eles, uma boa conversa poderá ajuda-la a se sentir mais segura quanto o momento certo para que tudo aconteça.
Procure conversar tambem com seu namorado e certificar-se que esse não é o unico interesse dele com você para não se decepcionar logo depois. Não se sinta precionada e não se precipite. Sexo não sustenta nenhum tipo de relação. E… Espere até que esteja certa de que esta pronta emocionalmente e fisicamente. Dizem que a primeira vez ninguem esquece, então faça desse momento uma lembrança maravilhosa.

É fundamental conhecer a anatomia do seu próprio corpo. Como suporte para o conhecimento dos orgãos genitais, indico este site aqui.

E depois de conhecer as partes de seu corpo, e como devem funcionar, você poderá observar como elas reajem aos estimulos sexuais no momento em que voces estão namorando e trocando carícias.

 Existem sinais faceis de serem identificados que poderão te dar a certeza de que você esta fisicamente preparada para o ato sexual.

Primeira fase “Desejo”

Primeiramente, você deve sentir o desejo de contato fisico, e esse desejo deve ser sempre crescente. Nas mulheres o tato e o olfato são bastante responsaveis pelo aumento  do desejo sexual.

Segunda fase “Alterações Fisiologicas – Excitação”

A excitação ocorre quando o corpo começa a responder fisiologicamente ao desejo.

Na mulher a excitação é assinalada pela liberação de uma secreção responsável pela lubrificação da vagina preparando-a para a penetração. Esse é o sinal mais notorio do preparo fisico para a relação, uma vez que sem a lubrificação o atrito do penis na vagina pode ser doloroso. No momento da lubrificação outras alterações tambem acontece. O colo do útero contrai-se aumentando o espaço util do canal vaginal(aproximadamente 13cm) onde acontecerá a penetração.  O aumento da quantidade de sangue nos orgãos genitais faz com que eles apresentem um aspecto avermelhados e um pequeno aumento de volume. A tambem a ereção dos mamilos e podem ser sentidas contrações involuntárias das fibras musculares da vagina com ritmo crescente. Tanto a pressão sanguinea quanto a frequencia cardiaca e respiratoria tendem a aumentar. Enquanto isso as paredes da vagina produzem uma secreção  semelhante a saliva (suor da vagina) que continua a lubrifica-la.

Terceira fase “Orgasmo”

O orgasmo é o apice do prazer feminino, é quando toda a tensão sexual acumulada é liberada. Ocorre uma explosão de contrações ritmicas e involuntárias na vagina e clitoris a uma frequencia de aproximadamente doze vezes em alguns segundos. O interessante é que a mulher logo em seguida pode ser novamente estimulada e alcançar mais que um  orgasmo. O mesmo não acontece com os homens. 

Dica:

O melhor momento para uma relação singular é aquele que acontece naturalmente, sem local e hora marcada. Quando ambos se unem inteiramente de alma e corpo.  

Importante:

Se mesmo depois de conhecer o seu corpo e os sinais, você ainda assim sentir medo, ou se você com todo o estimulo sexual perceber que seu corpo não reage como esperado, procure ajuda de um medico ou terapeuta sexual. Noventa por cento dos disturbios sexuais das mulheres advem de disturbios emocionais, questões culturais, e educação repressiva. Esses problemas podem ser tratados e corrigidos com ajuda de profissionais especializados.

Leia tambem:
Não sou mais virgem, e agora?
Sexualidade normal e transtornos sexuais e outros.

Read Full Post »

Homens que ajudam nas tarefas de casa fazem mais sexo! 

Um estudo divulgado nos Estados Unidos revela que os homens que colaboram mais com a limpeza da casa fazem mais sexo. É isso mesmo. A informação é da agência de notícias Associated Press. O relatório feito pelo Conselho sobre Famílias Modernas reuniu dados de diversas pesquisas e descobriu que os homens americanos aprenderam a lição e estão ajudando mais as esposas. Um dos estudos mostra que a contribuição masculina para as tarefas do lar dobrou nos últimos 40 anos. Outro diz que, no mesmo período, os maridos triplicaram o tempo que passam com os filhos. Além da percepção de que o mundo mudou, no entanto, outro fator pode estar sendo levado em conta pelo maridão. Para o psicológo Joshua Coleman, a divisão justa das tarefas do lar tem como resultado direto um casamento mais feliz e mais sexo. “Se o homem ajuda em casa, a mulher entende que ele realmente se preocupa com ela. Ele não a trata como empregada”, diz Coleman. “Quando uma mulher está estressada porque a casa está uma bagunça e o homem fica sentado no sofá enquanto ela passa o aspirador de pó, ela não vai entrar no ‘clima’”.

Read Full Post »

O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana. Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha “Salvem as Mulheres!” Tomem aqui os meus parcos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

Habitat. Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.

Alimentação correta. Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um “eu te amo” no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Flores também fazem parte de seu cardápio. Mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial. Música ambiente e um espumante [sem álcool, pra não estragar o momento] num quarto de hotel são muito bem digeridos e ainda incentivam o acasalamento o que, além de preservar a espécie, facilita a sua procriação.

Respeite a natureza. Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação… Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso. Não tolha a sua vaidade. É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping. Só não incentive muito estes últimos pontos ou você criará um monstro consumista. [E julgue tudo retendo o que for bom das coisas escritas aqui…]

Cérebro feminino não é um mito. Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, agüente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.

Não confunda as subespécies. Mãe é a mulher que amamentou você e o ajudou a se transformar em adulto. Amante é a mulher que o transforma diariamente em homem. Cada uma tem o seu período de atuação e determinado grau de influência ao longo de sua vida. Trocar uma pela outra não só vai prejudicar você como destruirá o que há de melhor em ambas.

Não faça sombra sobre ela. Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda. Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.

Salvem as mulheres!

(Fábio Reynol, Diário da Tribo)

Incentivo de Meire e Lys.

Read Full Post »

Mãe e filha caminhavam pela praia. Num certo ponto, a menina perguntou;
_ Mãe, como se faz para manter um amor?
A mãe olhou pra a filha e respondeu:
_ Pegue um pouco de areia e feche a mão com força.
A menina assim fez e reparou que quando mais forte apertava a areia com a mão, com mais velocidade a areia escapava por entre seus dedos.
_Mamãe, mais assim a areia cai! – reclamou a menina.
_Eu sei, agora abra completamente a mão.
A menina assim fez mas um ventoi forte levou consigo toda a areia que restava em sua mão.
_Assim também não dá para mantê-la na minha mão! – queixoupse a garota.
A mãe sempre a sorrir, disse:
_ Pegue outra vez um pouco de areia e mantenha a mão semi-aberta, como se fosse uma concha. Assim ela está bastante fechada para proteger e bastante aberta para dar liberdade.
A menina experimentou e viu que assim a areia não escapava e também estava protegida do vento.
_ É assim que se faz durar o amor – disse a mãe.

Fonte: Revista Ação Jovem – 2007

Ah! Homens não deixem de ler esse post do meu amigo Felipe. “Como ganhar pontos com a mulher”. Acho que voces vão gostar.

Read Full Post »

Namoro Casual
Duas pessoas sentem-se atraídas uma pela outra e decidem começar um relacionamento. Mas não é nada sério, é apenas casual. Geralmente o casal não leva em conta muitos assuntos antes de começarem o relacionamento. As características principais são:

1- Atração Física
Os dois sentem que estão atraídos fisicamente um pelo outro, acham o outro bonito, querem ficar olhando para ele, tem vontade de beijar e abraçar e estar envolvido fisicamente um com o outro.

2- Fatores pessoais
Os dois apreciam as qualidades que o parceiro tem, por exemplo, ele é extrovertido, ela toca bem um instrumento, ele é um bom desportista, ela é inteligente, etc. Observam-se apenas as qualidades mais marcantes do companheiro.

3- Fatores sociais
Há um interesse social: é bom namorar este rapaz porque ele é rico; é bom namorar esta moça porque ele tem familia nobre e influente.

Namoro Sério

Num relacionamento mais sério, o casal também sente atração e leva em conta os fatores pessoais e sociais. Mas além disso, analisa outros pontos antes de assumir um relacionamento, porque pretendem que o namoro cresça e seja duravel.

Num namoro sério, o casal faz muitas perguntas, um para outro. Tem uma comunicação fluente e não se dedica apenas a satisfação fisica. Também costuma-se observar pontos como:

_ Como é o relacionamento dele(a) com a familia
_ Como ele(a) encara o trabalho
_ Como ele(a) usa seu dinheiro
_ Quais são as coisas que tem maior valor para o companheiro
_ Qual seu conceito de familia
etc…

Faça uma auto-análise do seu namoro. Procure responder às perguntas a baixo.

1- Você curte a companhia do(a) sua namorado(a).
2- Sente-se orgulhoso(a) do(a) seu(a) companheiro(a) ou fica cosntantemente se desculpando pelo jeito de ser dele(a)
3- Desde que se conheceram o carinho um pelo outro aumentou mais, se conhecem mais?
4-Você sente verdadeira atração por ele(a)
5-Como é que voces se relacionam depois de um desentendimento? Quem toma a iniciativa?
6- Os interesses são comuns entre vocês? Tem verdadeiro interesse na maioria dos interesses dele?
7- Existe alguma coisa, motivo ou razão no seu relacionamento alem da atração fisica? Quanto tempo depois de iniciarem o relacionamento começaram a se expressar fisicamente?
8- Ele(a) é aceito(a) por suas amizades ou você é aceito(a) pelas amizades e familiares dele(a)?
9- Quando se desintendem alguém tem que ceder? É sempre a mesma pessoa que cede?
10- Você reconhece seus erros diante do parceiro(a).
11- Você tem medo de amar muito para não ser magoado(a)?
12- Vocês precisam de estimulos para passar um bom tempo juntos?
13- Como é seu comportamento na presença e na ausencia do companheiro(a)? É igual ou tem diferença?
14- Você se sente ameaçado(a) quando seu(a) companheiro(a) esta na companhia de pessoa do sexo oposto e que seja atraente?
15- Você sabe perdoar?
16- Quais os efeitos de uma separação longa entre vocês? Deseja fortemente estarem juntos?
17- Voce consegue observar os pontos fortes e fracos de seu companheiro e aceita-los? Ou pensa que pode muda-los?
18- Você pode confidenciar suas fraquezas e intimidades com ele(a) sem ser decepciondo(a), sem ter traída sua confiança?
Se você teve dificuldade de responder a essas perguntas, precisa rever e reverter essa situação.
Fonte: Revista “Ação Jovem”
Segundo trimestre 2007

Read Full Post »

Older Posts »